Lista de Parceiros
  • ABRACRO (Associação Brasileira das Organizações Representativas de Pesquisa Clínica)
    A ABRACRO é uma associação sem fins lucrativos, fundada em 2006, que reúne as Organizações Representativas de Pesquisa Clínica (CROs), entidades independentes e especializadas que participam ativamente da maioria dos estudos clínicos realizados no Brasil. A ABRACRO, que representa as CROs estabelecidas no Brasil e algumas internacionais, contribui para o aperfeiçoamento dos processos regulatórios de Pesquisa Clínica no País e estimula o desenvolvimento de atividades científicas e educacionais ligadas ao setor. A associação visa ainda garantir nas pesquisas clínicas o exercício da ética e a obediência aos direitos dos participantes de pesquisa, forma como são chamados os pacientes voluntários dos estudos, seguindo as normas regulatórias brasileiras e internacionais.
  • AMB (Associação Médica Brasileira)
    A Associação Médica Brasileira é uma sociedade sem fins lucrativos, fundada em 26 de janeiro de 1951, cuja missão é defender a dignidade profissional do médico e assistência de qualidade à saúde da população brasileira. A entidade, presidida atualmente por Florentino de Araújo Cardoso Filho, possui 27 associações médicas estaduais e 396 associações regionais. Compõem o seu Conselho Científico 53 Sociedades Médicas, que representam as especialidades reconhecidas no Brasil.
  • APCB (Associação de Pesquisa Clínica do Brasil)
    A APCB – Associação de Pesquisa Clínica do Brasil - é formada por investigadores, centros de pesquisas, indústrias farmacêuticas, profissionais de pesquisas e outros.Estamos atuando há mais de 20 anos nessa área. Temos o objetivo de discutir, debater e buscar alternativas seguras de aperfeiçoamento do cotidiano da Pesquisa Clínica.
  • CCBR Brasil (Center for Clinical and Basic Research)
    Inaugurado em 2003, o CCBR Brasil - Centro de Pesquisa Clínica faz estudos nacionais e internacionais para o desenvolvimento de medicamentos produzidos pela indústria farmacêutica; e mantém há dez anos um acordo de cooperação com o GRUPO CCBR – Center For Clinical and Basic Research, com sede em Copenhague e que reúne mais de 200 cientistas, técnicos e equipes de suporte, em 27 centros espalhados pelo mundo.
  • CEDOES (Centro de Diagnóstico e Pesquisa do Espírito Santo)
    O CEDOES é um centro de pesquisa e diagnóstico privado, com mais de 23 anos de existência e cerca de dez anos de experiência na condução de ensaios clínicos, somando mais de 35 projetos desenvolvidos em diferentes áreas,   o centro é localizado em Vitória (ES). Atualmente, o CEDOES ocupa no cenário internacional, o status de um centro de pesquisa de excelência, pela qualidade, comprometimento e expertise do seu trabalho.
  • CEPIC (Centro de Pesquisas Clínicas)
    O CEPIC é um centro de pesquisa clínica fundado há cerca de dez anos com a missão de participar ativamente do desenvolvimento de terapêuticas  inovadoras, que tenham valor para a comunidade, agregando conhecimento científico com ética.  Trabalho em equipe.  75 protocolos clínicos já realizados; mais de 4000 pacientes randomizados até o momento; por 15 vezes, o CEPIC foi o centro que mais incluiu pacientes no Brasil; por 11 vezes, o CEPIC foi o centro que mais incluiu pacientes no mundo; Participar ativamente do desenvolvimento de terapêuticas inovadoras que possam servir para a comunidade, agregando conhecimento científico com ética.
  • CPCLIN – Centro de Pesquisas Clínicas
    Fundado em 2003, em São Paulo, o CPCLIN iniciou sua trajetória com a realização de estudos sobre diabetes. Tornou-se um centro internacionalmente reconhecido e expandiu sua atuação a outras áreas da medicina, principalmente as de grande interesse em saúde pública: obesidade, hipertensão, risco cardiovascular e osteoporose.
  • GBECAM – Grupo Brasileiro de Estudos do Câncer de Mama
    O Grupo Brasileiro de Estudos do Câncer de Mama (GBECAM) foi fundado em 11 de março de 2005, por um grupo de oncologistas brasileiros, com profundo interesse e compromisso no estudo e no tratamento do câncer de mama. O GBECAM é uma organização independente, sem fins lucrativos cujo principal objetivo é desenvolver, implementar e facilitar a realização de estudos clínicos multi-institucionais de qualidade científica e ética em câncer de mama no Brasil, bem como implementar e auxiliar programas educativos de esclarecimento e prevenção do câncer de mama. O GBECAM conta com membros em 17 grandes centros de câncer no Rio Grande do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Bahia.
  • IMA (Instituto de Medicina Avançada)
    Fundado em 2004, em São Paulo, o IMA tem o objetivo de aperfeiçoar os recursos no atendimento clínico e expandir os seus serviços para as áreas da pesquisa clínica e ensino. Atua em projetos de Pesquisa Clínica nas áreas da Alergia e Imunologia Clínica, Endocrinologia e Doenças Osteometabólicas, Reumatologia, Dermatologia, Cardiologia, Vacinas, Imunobiológicos, Ginecologia, Geriatria, além de realizar assessoria técnico-científica para o desenvolvimento de projetos. No setor de Ensino, o instituto promove cursos e palestras sobre temas relacionados às diversas áreas da saúde.
  • Instituto Oncoguia
    Fundada em 2009, tem a missão de ajudar o paciente com câncer a viver melhor. Composta por equipe multidisciplinar de profissionais da área da saúde, direito e comunicação, o Instituto Oncoguia desenvolve projetos em quatro núcleos: Educação em Saúde; Apoio ao Paciente, Advocacy e Informação de Qualidade. Entre os principais projetos estão o Portal Oncoguia (o maior e mais completo canal de informações brasileiro sobre oncologia), o Programa Navegador (na comunidade M´Boi Mirim) e o Programa de Apoio ao Paciente com Câncer, em que, por meio de ligações gratuitas (0800 773 1666), o paciente de qualquer lugar do Brasil pode tirar dúvidas a respeito de seus direitos, tratamentos e qualidade de vida.
  • Interfarma (Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa)
    Fundada em 1990, a Interfarma é uma entidade setorial, sem fins lucrativos, que representa empresas e pesquisadores nacionais ou estrangeiros responsáveis pela inovação em saúde no Brasil. Estes agentes buscam, por meio da inovação, promover e incentivar o desenvolvimento da indústria de pesquisa científica e tecnológica no País voltada para a produção de insumos farmacêuticos, matérias-primas, medicamentos e produtos para a saúde humana. Os laboratórios associados representam 79% dos medicamentos de referência e 38% dos genéricos. Atualmente, a Interfarma possui 47 laboratórios associados, que hoje, são responsáveis pela venda de 79% dos medicamentos de referência do mercado e por 38% dos genéricos, no canal farmácia.
  • ISMEP (Instituto Santa Marta de Ensino e Pesquisa)
    O ISMEP nasceu em outubro de 2010 com o objetivo de difundir o conhecimento e absorção de novas tecnologias aplicadas a todo o corpo clínico médico e não médico, tanto no staff próprio como para a comunidade médica, contribuindo de maneira direta na atualização de novos avanços da medicina assistencial. O instituto se destina a diversos públicos, sendo primeiramente direcionado ao corpo médico do Hospital Santa Marta, com cursos de reciclagens e atualizações. Contribui também de forma sistemática na formação de médicos da comunidade, acadêmicos de medicina e residentes. Por fim, estende seus conhecimentos a toda equipe assistencial e seguimentos de saúde. Em todas as atividades científicas promovidas pelo ISMEP, há emissão e entrega imediata de certificados aos participantes.
  • LACOG – Latin American Cooperative Oncology Group
    O Latin American Cooperative Oncology Group (LACOG) reúne um grupo de pesquisadores gaúchos envolvidos em pesquisas internacionais em câncer. Fundada em 2008 em Porto Alegre (RS), a organização sem fins lucrativos foi o primeiro grupo de cooperação multinacional na América Latina exclusivamente dedicado à investigação na área oncológica. O LACOG coordena as atividades de mais de 70 investigadores clínicos na América Latina, especializados no tratamento do câncer e focados no desenvolvimento de novas drogas e alternativas de tratamento para a doença. Os membros do LACOG, distribuídos em 12 países da América Latina, possuem experiência significativa em pesquisas clínicas e realizam contribuições substanciais para vários ensaios internacionais de diferentes tipos de tumores.
  • SBMF (Sociedade Brasileira de Medicina Farmacêutica);
    Fundada em 1971, a SBMF é a segunda associação do seu gênero no mundo, sendo precedida apenas pela co-irmã italiana. A IFAPP (Federação Internacional das Associações de Médicos Farmacêuticos) foi criada após a fundação da entidade brasileira. Desde sua criação, a entidade é voltada a aprimorar os conhecimentos, habilidades e atitudes dos profissionais devotados à Medicina Farmacêutica, promovendo a informação científica e o correto uso dos produtos para a saúde, em benefício dos pacientes e da sociedade.
  • SBOC – Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica
    A SBOC reúne os oncologistas clínicos dos 27 estados brasileiros e é uma das mais bem estruturadas entidades do gênero na América Latina. Fundada em 1979, a SBOC desenvolve importantes trabalhos nas áreas de pesquisa, ensino, intercâmbio, divulgação de conhecimento científico, e de representação dos Oncologistas Brasileiros junto aos organismos governamentais, outras organizações e à sociedade brasileira. O trabalho desenvolvido visa, em primeiro lugar, promover e apoiar o desenvolvimento da Oncologia Clínica.